Última Hora

Sistema inovador para o Plano Nacional de Educação, Meta 1 Estratégias, apresentando pelo diretor comercial da Eddydata Tecnologia em Gestão Pública, Sr. Adriano Migani Teixeira no Encontro de Prefeitos do CMM - Consórcio de Municípios da M
Mais...

Notícias Públicas

Governo brasileiro firma parceria com o Facebook para ampliar a inclusão digital no país


Na tarde desta sexta-feira (10), a presidenta Dilma Rousseff teve encontros bilaterais com o presidente do México, Enrique Penha e com o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg. Na reunião com Zuckerberg, foi firmado uma parceria entre o governo brasileiro e a rede social para um projeto de inclusão digital no Brasil. Até junho, será feita uma análise conjunta para ver como o projeto vai ser colocado em prática, principalmente em regiões do país que tem pouco acesso à internet, como Norte e Nordeste.

Cúpula das Américas promove integração entre as 35 nações do continente


No último dia da 7ª Cúpula das Américas, a presidenta Dilma Rousseff discursou durante a primeira sessão plenária do encontro. Dilma defendeu a integração regional para promover a justiça social nas Américas, elogiou a reaproximação entre Estados Unidos e Cuba e defendeu o fim do embargo norte-americano a Cuba. Na ocasião, a presidenta destacou a importância da educação como alavanca do desenvolvimento para o continente. Ainda neste sábado, a presidenta se reuniu com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner; o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte; e com o presidente Barack Obama.

Lançado Pacto de Enfrentamento às Violações de Direitos Humanos na Internet


Foi lançado o Pacto de Enfrentamento às Violações de Direitos Humanos - Humaniza Redes. A ação do governo federal prevê a criação de uma ouvidoria online e do portal Humaniza Redes, com o objetivo de receber denúncias de crimes contra os direitos humanos na internet. Em discurso durante a cerimônia, a presidenta Dilma Rousseff reforçou a importância da internet na liberdade de expressão e na pluralidade de opiniões, lembrando que o "ambiente digital faz parte do cotidiano e, por isso, deve seguir as mesmas regras éticas da vida real”.